Trocaria minha mãe por um pedaço de pizza

Manchete chamativa atrai os olhos e chama leitor para ler. Mas não, eu não trocaria minha mãe por um pedaço de pizza, mas trocaria várias outras coisas.

A questão é que eu gosto de comer. E gosto mesmo! Sou aquele tipo de pessoa que quando come, sorri e acha que o mundo realmente tem solução (tenho essa mesma relação com fazer compras).

Não sou seletiva com comida e acho engraçado quando alguém me diz “não gosto de queijo”. Espera ai, você não gosta do que?????????

Eu gosto de tudo que é bom e que cheira bem. Verduras, frutas, massas, carboidratos, tudo. Mas assim como qualquer coisa na vida, a gente tem preferências e se eu pudesse defender uma causa, seria: MASSAS E CHOCOLATES. Meu Deus do céu, o que é essa maravilha inventada pelos deuses, chamada macarrão, pizza e brigadeiro. Eu não sei vocês, mas não há coisa melhor do que almoçar um belo prato de macarrão com molho branco e comer um delicioso brigadeiro. Não consigo explicar o sentimento, espero que vocês estejam sentindo a mesma sensação que eu ao pensar em brigadeiro. Vou parar porque estou sofrendo.

A ideia desse texto não é falar de pizza, brigadeiro e afins – infelizmente  – e sim sobre comer até não poder mais e não poder mais de fato.  Eu nunca tive nenhum discernimento sobre comer e sempre comi o que eu queria, na quantidade que eu queria.  E para completar essa vida sem limites, eu nunca fiz nenhum tipo de exercício físico. Acontece que agora estou com 21 anos, 47 kg e estou sentindo o peso disso.

Apesar desse meu peso de passarinho, eu venho sentindo que as coisas não estão mais iguais antes. Eu como exatamente igual sempre comi e sinto que não cai tão bem. Estou sempre com dor nas costas, cansada, com sono. O que é isso minha gente? Podem gritar! Sim, é a vida sedentária dando um hello. Não é que eu venho comendo mal todo esse tempo, mas a junção alimentação desequilibrada + falta de exercício físico, finalmente deram as caras.

E então o que você deve estar pensando? Ai, com todo certeza esse texto é sobre uma história de superação, de como ela foi atrás dos seus objetivos, e passou a comer melhor e a fazer exercícios físicos. Se essa foi sua resposta, você está enganadíssimo. Eu não sai do lugar. Continuo olhando no espelho e odiando o que vejo. Continuo sentindo dor no pescoço e sentindo sono o tempo todo. E o que foi que eu fiz? Nada, nadica, nadinha mesmo.

Já fiz várias metas para comer melhor. Comprei tapioca,  fiz suco verde, tentei cortar os doces (pela metade, pelo menos) e ai cheguei em um empasse: Nada disso adianta sem exercícios. E desde então estou me programando para procurar uma academia, mas a pessoa aqui não consegue. Hoje preciso fazer a unha. Hoje preciso dormir. Hoje vou ter que ver um programa imperdível. Hoje tenho que lavar a louça. Hoje preciso conversar com o meu cachorro – não tenho cachorro – são inúmeras e infinitas as desculpas e eu não consigo sair do lugar. E assim caminha a minha jornada por uma vida mais saudável com a bunda sentada no sofá.

Conclusão: eu não trocaria minha mãe por um pedaço de pizza, mas com certeza trocaria a academia por um pedaço de pizza, um balde de pipoca, um pedaço de lasanha, uma barra de chocolate, um copo de leite, uma bala (…).

….

Anúncios

2 comentários sobre “Trocaria minha mãe por um pedaço de pizza

  1. Maria Sônia disse:

    Ufa! Que bom que não é a sua mãe que você trocaria por todas estas comida, e sim, a academia. Não estou sentindo o mesmo que você, mesmo gostando de comer de tudo, mas, prefiro preparar do que comer. E não como doces após as refeições principais, costumo come-lo nos lanches, pois, se como na sobremesa sinto que é mais difícil de digerir a comida. https://mariamestrecuca.wordpress.com/ Abs, Maria Sônia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s